Segurança da Rio+20 terá atuação de 8 mil homens das Forças Armadas

30/05/2012 13:24

Segundo G1.com, 

Segurança da Rio+20 terá atuação de 8 mil homens das Forças Armadas

Operação vai ocorrer de 5 a 29 de junho e mobilizará 15 mil homens.
Ao menos 29 helicópteros vão escoltar chefes de Estado no Rio de Janeiro.

 

 

O Comando Militar do Leste (CML) informou, no início da tarde desta segunda-feira (28), que a segurança da Conferência das Nações Unidas de Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) será feita por 8 mil homens das Forças Armadas.

A Rio+20 ocorre vinte anos depois da Rio 92 (também conhecida como Eco 92), considerada a maior conferência sobre meio ambiente já realizada, que popularizou o conceito de "desenvolvimento sustentável".

 

 

 Além disso, segundo o CML, outros 7 mil profissionais -- entre policiais civis, militares, federais, bombeiros e guardas municipais -- também vão atuar no policiamento durante o evento, que acontece de 13 a 22 de junho e deve reunir cerca de cem chefes de Estado. No total, serão 15 mil agentes de segurança.

“Foi feito um planejamento muito detalhado, um grande número de pessoas presentes e equipamentos para que toda a conferência ocorra de maneira mais tranquila. Virão inclusive alguns efetivos de fora do Rio, como a Aviação do Exército de Taubaté e a Brigada de Operações Especiais, de Brasília”, disse o ministro da Defesa Celso Amorim.

De acordo com o CML, as ações de segurança serão realizadas por meio da "Operação Rio+20", entre os dias 5 a 29 de junho. As instituições mobilizadas para a operação também irão coordenar e complementar as ações de segurança a cargo da Organização das Nações Unidas (ONU).

Representantes das Forças Armadas e o ministro da Defesa, Celso Amorim, durante coletiva sobre a operação militar na Rio+20 (Foto: Rodrigo Vianna/G1)
Representantes das Forças Armadas e o ministro da Defesa, Celso Amorim, durante coletiva sobre a operação militar na Rio+20 (Foto: Rodrigo Vianna/G1
 

 

 

Autoridades
A escolta de autoridades será feita por 52 equipes especializadas, incluindo 416 batedores. A segurança aérea dos comboios será feita por 29 helicópteros. O policiamento ostensivo da cidade contará com 2,5 mil PMs, mil guardas municipais, 1,4 mil policiais rodoviários federais, 1,4 mil policiais federais e 600 bombeiros.

Ainda de acordo com o CML, a Polícia Civil vai instalar duas delegacias temporárias com funcionamento 24 horas no Riocentro, um dos principais locais da conferência, e no Aterro do Flamengo.

“O policiamento será efetivamente terrestre, todas as áreas estarão sob vigia. Tudo está devidamente preparado. Acho que a gente vai ter um grande evento”, completou o ministro Celso Amorim.

Segurança será reforçada nos aeroportos
O planejamento da Operação Rio+20 também contempla o reforço na segurança nos aeroportos e nas principais vias de acesso ao Rio de Janeiro. Estão previstas a execução de medidas como varreduras eletrônicas e de artefatos explosivos em hotéis e nos locais de eventos coordenadas pelo Centro de Coordenação Tático Integrado.

O Exército vai instalar também uma Central de Monitoramento Cibernético, de acordo com o CML, com o objetivo de coordenar as ações de segurança cibernética durante o evento.

A área interna do Riocentro será assumida oficialmente pela ONU, a partir do dia 5 de junho.

 

Fonte: http://g1.globo.com/natureza/rio20/noticia/2012/05/seguranca-da-rio20-tera-atuacao-de-8-mil-homens-das-forcas-armadas.html

#outer-wrapper { margin: 0 auto; border: 0; width: 750px; text-align: left; background: url(http://i55.photobucket.com/albums/g138/robertojd/corpo.jpg); font: normal normal 100% tahoma, 'Trebuchet MS', lucida, helvetica, sans-serif; }